O congresso quer derrubar o veto 52 e pegar 30 bilhões do Orçamento

O congresso quer por a mão em 30 bilhões do dinheiro público

Atualizar




Além da farra com o dinheiro público, querem deixar o Presidente em um beco sem saída.

Entenda a chantagem do congresso, a qual o General Heleno expôs, levando ao conhecimento de todos os brasileiros.

O Brasil arrecada muito, porém, o montante está quase todo comprometido, o governo vem trabalhando no vermelho há muito tempo, desde 2014.

Para manusear o orçamento existe três ferramentas:

O PPA (Plano Plurianual) — é um plano de médio prazo, que estabelece as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelo Governo Federal, Estadual ou Municipal ao longo de um período de quatro anos.

LOA (Lei Orçamentária Anual) — é uma lei elaborada pelo Poder Executivo que estabelece as despesas e as receitas que serão realizadas no próximo ano.

LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) — estabelece quais serão as metas e prioridades para o ano seguinte.

Vamos lembrar que as despesas obrigatórias do governo se somam 94% do orçamento, que são aposentadorias, saúde, educação, etc. Então sobra só 6% para os gastos discricionários, esse é o que sobra para o governo trabalhar.

Nesse ano de 2020 esses 6% está previsto para mais ou menos 104 bilhões que o governo pode gastar com as despesas discricionais, ou seja, direcionar em outras áreas que não estava nas metas prioritárias.

O Ministro Paulo Guedes, ciente que o país está em apuros, elaborou metas fiscais apertadíssimas para ajudar o governa sair do cheque especial, e o país mostrou que está começado a se reerguer.

Manobra do Congresso para ter acesso a 30 Bilhões

Pois bem! aí entra o congresso e suas manobras rasteiras para prejudicar o governo do Bolsonaro, fez alteração na lei orçamentária, através das emendas impositivas, que já obriga o governa a passar uma fatia de aproximadamente 16 bilhões para os deputados, resolveram apertar mais ainda o orçamento do governo, aprovaram um Porjeto de Lei em 2019, elevando esse valor para 30 bilhões de reais.

Efeito Colateral

Para especialistas, como Dr. Alessandro Loióla, isso resultaria em uma bola de neve, visto que o Presidente não conseguiria cumprir com as metas estipuladas, ficaria à mercê do legislativo podendo futuramente sofrer impeachment por improbidade administrativa, entenderam o golpe?

Essa lei foi vetada pelo Presidente Bolsonaro, porém, senadores e deputados podem votar na próxima terça-feira, 03 de março de 2020 a derrubada do veto presidencial (VET 52/2019). A sessão está marcada para as 14h.