Os brasileiros agora perguntam: qual o limite do STF?

Ministro Fux, proferiu que as Forças Armadas são limitadas, não podem interver entre os poderes e deixa os brasileiros atônitos

Atualizar


Mais uma da série: STF interfere no Executivo!

Os brasileiros não tinham noção quem era o STF, estrategicamente montado pelo (PT) e a esquerda, sendo que, para ser membro dos “intocáveis” não precisava de concurso, capacidade, ou uma carreira brilhante, bastava somente ser amigo do presidente Lula, Dilma, Temer, etc. Agora tem poderes absolutos, fazem o que querem, ganham extremamente bem, regalias absurdas e estabilidade para a vida toda.

Os brasileiros agora perguntam: qual é o limite do STF? Estamos descobrindo da pior forma, rasgam a Constituição na nossa cara, em parceria com o legislativo minam a força e autoridade do Bolsonaro, soltam presos condenados e prendem quem ao menos ousa protestar ou falar contra o Supremo e não deixam o Brasil andar.

O PDT (Partido Democrático Trabalhista) impetrou nesta terça-feira (10) ação junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que este defina os limites da atuação das Forças Armadas.

Palavras do Ministro Fux


“A chefia das Forças Armadas é poder limitado, excluindo-se qualquer interpretação que permita sua utilização para indevidas intromissões no independente funcionamento dos outros poderes”, decidiu Fux. Os brasileiros pediam intervenção Militar, veio à ditadura do Judiciário! Ou o povo sai às ruas em peso, ou teremos em breve à esquerda dominando e subjugando a nação brasileira ao socialismo.

Assistiremos aflitos as ações do STF, desistiremos do Brasil ou vamos às ruas?


  • Em decisão que acaba de ser proferida, o ministro Luiz Fux, relator do caso, decidiu que as Forças Armadas não são “poder moderador” e não podem atender a ordens de interferência de um Poder em outro.

  • O Ministro Gilmar Mendes confessou em uma entrevista que tem conversado com os líderes do congresso, (entende-se que são Maia e Alcolumbre e fica claro uma interferência do STF no Legislativo). Segundo Gilmar, chegou a hora de conversarem e aprovarem leis que punam quem maldisser o Supremo ou algum ministro, inclusive enquadrar políticos que manifestam seu descontentamento com o STF e ficam a favor do povo;

  • STF pediu o vídeo de uma reunião secreta, procurando alguma coisa que possa prejudicar o Bolsonaro;

  • STF divulga o vídeo para toda a mídia mesmo sobre sigilo;

  • STF, na pessoa do Celso de Mello, fez um pedido de investigação contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro, à Procuradoria Geral da República, por crime de incitação à subversão da ordem política ou social, essa prática viola a Lei de Segurança Nacional.

  • STF, na pessoa do Celso de Melo ordena que Generais ministros fossem obrigados a prestar depoimento por condução coerciva ou debaixo de vara;

  • STF pede o celular do Presidente da república, más, o do Adélio Bisbo está protegido a sete chaves;

  • STF iniciam uma investigação, que não é sua função e proibido no Brasil passando por cima da constituição federal;

  • STF autoriza PF de entrarem nas casas de jornalistas e apoiadores do Presidente e levando pertences eletrônicos com a desculpa de fake news.

  • É difícil governar sem o apoio do congresso, porém, é impossível liderar e erguer um paí devastado, com um Supremo(STF), na sua maioria indicado pelo (PT) e interferindo nas ações do Executivo e trabalhando contra.