Alexandre de Moraes interfere no Ministério da Saúde e bate de frente com o governo, afinal, de qual lado o Supremo está?

Alexandre de Moraes determina que o Ministério da Saúde divulgue os dados do Covid-19 de maneira acumulativa

Atualizar


Alexandre de Morais interfere na divulgação dos dados do Covid-19 e determina que seja acumulativo

Palavras de Alexandre de Morais:

"Decido determinar ao ministro da Saúde que mantenha, em sua integralidade, a divulgação diária dos dados epidemiológicos relativos à pandemia (Covid-19), inclusive no sítio do Ministério da Saúde e com os números acumulados de ocorrências, exatamente conforme realizado até o último dia 4 de junho", disse Moraes.

Todos sabemos que o número de vítimas do covid-19 está inflado e não condiz com a realidade, querem manchar a imagem do Brasil no Exterior e atingir o Presidente Bolsonaro, segundo médicos, qualquer um que procurar um hospital com algum sintoma parecido, entra na estatística do corona e muitos óbitos foram de outras doenças e colocaram na conta do covid-19.

Para o governo, a divulgação do acúmulo de casos, como vinha sendo feito até o momento, dificulta a verificação das mudanças dos cenários regionais, estaduais e municipais. “O dado acumulado pode indicar uma grande quantidade de casos em localidades que já estão em outra fase da curva epidemiológica”.

STF e suas atitudes contra o Governo

O STF mostrou nesses últimos dias sua verdadeira identidade e já não esconde dos brasileiros de que lado está, veja abaixo algumas atitudes desastrosas na opinião popular do STF:

  • O Ministro Gilmar Mendes confessou em uma entrevista que tem conversado com os líderes do congresso, (entende-se que são Maia e Alcolumbre e fica claro uma interferência do STF no Legislativo). Segundo Gilmar, chegou a hora de conversarem e aprovarem leis que punam quem maldisser o Supremo ou algum ministro, inclusive enquadrar políticos que manifestam seu descontentamento com o STF e ficam a favor do povo;
  • STF pediu o vídeo de uma reunião secreta, procurando alguma coisa que possa prejudicar o Bolsonaro;
  • STF divulga o vídeo para toda a mídia mesmo sobre sigilo;
  • STF, na pessoa do Celso de Mello, fez um pedido de investigação contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro, à Procuradoria Geral da República, por crime de incitação à subversão da ordem política ou social, essa prática viola a Lei de Segurança Nacional.
  • STF, na pessoa do Celso de Melo ordena que Generais ministros fossem obrigados a prestar depoimento por condução coerciva ou debaixo de vara;
  • STF pede o celular do Presidente da república, más, o do Adélio Bisbo está protegido a sete chaves;
  • STF iniciam uma investigação, que não é sua função e proibido no Brasil passando por cima da constituição federal;
  • STF autoriza PF de entrarem nas casas de jornalistas e apoiadores do Presidente e levando pertences eletrônicos com a desculpa de fake news.
  • É difícil governar sem o apoio do congresso, porém, é impossível liderar e erguer um paí devastado, com um Supremo(STF), na sua maioria indicado pelo (PT) e interferindo nas ações do Executivo e trabalhando contra.